Nódulo na axila

Encontrando nódulos (caroços) na axila, móveis, de consistência firme, freqüentemente palpável em mulheres magras, fazem parte da defesa imunológica, principalmente na região axilar, não sendo preocupante.

Trata-se de gânglios linfáticos, de característica habitual (normal).

Deve-se fazer o diagnóstico diferencial entre o tecido gorduroso localizado na região axilar, geralmente de consistência mais amolecida e, freqüentemente encontrado nas mulheres mais obesas e o tecido mamário acessório (glândulas mamárias na região axilar).

Quando ocorre algum processo inflamatório no corpo, em direção ao tronco, mamas e braços, os gânglios axilares podem crescer, ficar sensíveis, dolorosos, formando a conhecida íngua, reacional ao processo inflamatório.

Geralmente regride após o término do processo inflamatório.

O gânglio que necessita de investigação é endurecido, indolor e pode corresponder a tumor de mama ou tumor de gânglios linfáticos.

Às vezes o uso de desodorantes anti-transpirante pode obstruir algumas glândulas sudoríparas (produtoras de suor) e causar processos inflamatórios, mas jamais causam câncer mamário.

Nas mamografias quase sempre se visualizam gânglios na axila (normais).



produzido por ProWeb